A Psicologia do Esporte e o Psicólogo do Esporte



A psicologia do esporte é um campo da ciência que trabalha com as emoções, sentimentos, pensamentos e comportamentos que afetam atletas e praticantes de atividade física. A Psicologia do Esporte desenvolveu suas próprias teorias para analisar os pensamentos e comportamentos relevantes ao contexto do esporte e do exercício, ao contrário de outras área da Psicologia, que analisam o ser humano no seu cotidiano.

A psicologia do esporte tem como objetivo melhorar o desempenho esportivo ou a qualidade da experiência da atividade física, ajudando atletas e praticantes a controlar suas emoções, seus pensamentos, sua ansiedade, agressividade, relação com companheiros de equipe, entre outros.

A psicologia do esporte faz parte de um trabalho dentro da comissão técnica, assim como faz parte a medicina do esporte, nutricionista, ortopedista, fisioterapeuta, técnico, fisiologista e preparador físico.

A principal função do psicólogo do esporte é desenvolver habilidades emocionais e cognitivas específicas do esporte praticado para que o atleta mantenha ou melhore o seu rendimento esportivo. No contexto da atividade física, o psicólogo do esporte tem um papel bem diferente daquele do contexto de alto rendimento. O papel do psicólogo do esporte é orientar o praticante a ter a capacidade de controlar o estresse e ansiedade, melhorar a motivação, identificar incentivadores, prevenir lesões e excesso da prática visando sempre ao bem-estar, à saúde e ao lazer.

O objetivo da psicologia do esporte é entender como os fatores psicológicos influenciam o desempenho físico e de que forma a participação nessas atividades influencia o desenvolvimento emocional, a saúde e o bem-estar do atleta nesse ambiente.

Diferentemente do psicólogo clínico, que atua em consultório, o profissional do esporte estará sempre onde o atleta estiver.

Para atuar como psicólogo do esporte, o psicólogo precisa conhecer o esporte do qual fará parte, precisa entender da modalidade esportiva.

Tem que entender dos materiais que o atleta utiliza na modalidade praticada, que força mecânica ele precisa para realizar o movimento. Quais foram as estratégias táticas. Quais as técnicas, movimentos e mecânica do movimento.

Em esportes coletivos costuma-se desenvolver habilidades em equipe para reforçar o papel do líder, aprimorar a comunicação entre os atletas e a imprensa, criar estratégias de enfrentamento de situações críticas e pressões por resultados positivos.

o psicólogo do esporte vai treinar com os atletas a melhor forma de exercitar o controle da ansiedade, atenção, concentração, autonomia, controle emocional, planejamento estratégico, redução do stress, tomada de decisão, habilidades psicológicas, mentalização e técnicas de respiração.

As pessoas confundem e acreditam que qualquer psicólogo pode atender o atleta. E isso não é, necessariamente, verdade, pois o psicólogo do esporte além de fazer um diagnóstico junto com a equipe técnica, também, realiza com o atleta para que seja realizado e desenvolvido um trabalho que vai ajudar a potencializar habilidades específicas individuais e coletivas. Não há o tratamento clínico da pessoa/atleta.

Os papéis da Psicologia do Esporte e da Psicologia Clínica são confundidos, e na verdade são especialidades diferentes. Não se transporta para o ambiente esportivo o seting terapêutico do consultório, as estratégias de intervenção dessas áreas podem ser em alguns momentos similares, porém os objetivos são diferentes. Na área esportiva procuramos desenvolver as principais habilidades psicológicas para um bom desempenho.

O psicólogo do esporte trabalha com os atletas de alta performance, também, para reduzir a pressão exercida pelos técnicos, patrocinadores, torcidas, familiares e deles mesmos, assim como as críticas e cobranças enfrentadas e a forma como eles lidam com esses fatores. Ainda no contexto da prática esportiva de alto rendimento, psicólogos do esporte ensinam estratégias para a atingir o estado mental que possibilita o melhor desempenho. Algumas das estratégias mais importantes são o estabelecimento de metas, mentalização, técnicas de relaxamento, controle de atenção, confiança, e preparo pré-competição.

O gerenciamento do estresse é um dos principais pontos abordados na atuação do psicólogo do esporte. A pressão pelo resultado é tão intensa que o atleta fica em dúvida se ele consegue repetir ou não um resultado que obteve anteriormente.


Referências Bibliográficas:

Da Psicologia do Esporte que temos à Psicologia do Esporte que queremos. Katia Rubio. Revista Brasileira de Psicologia do Esporte, 2007.

Fundamentos da Psicologia do Esporte e Exercício. Weinberg, Robert e Gould, Daniel. Ed Artmed, 2001.

Psicologia do esporte: Conceitos e novas perspectivas. Dietmar Samulski. Ed. Manole, 2004

Psicologia do esporte. Dietmar Samulski. Ed. Manole, 2014

Manual De Treinamento Psicológico Para O Esporte. Benno Becker Jr e Dietmar Samulski. Ed. Feevale, 2002

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo