Por que fazer terapia?

Atualizado: 22 de jun. de 2020

O processo de terapia, seja ela psicoterapia ou análise, consiste em relatos que o analisado faz ao seu analista ou psicólogo durante as sessões. O conteúdo desse relato é diverso: o analisado fala a respeito de seus sentimentos, acontecimentos de sua vida cotidiana, de seu passado, de seus sonhos. Quando o analisado fala ao analista, ele tem a oportunidade de ouvir a si próprio, de tomar consciência de várias de suas motivações e frustrações e de elaborar melhor seus sentimentos. E assim vai se percebendo, tomando consciência de si mesmo, livrando-se de comportamentos que lhe causam sofrimentos e se equilibrando. Ao psicanalista ou psicólogo cabe conduzir esse processo, fazendo as interpretações e intervenções necessárias, apoiando-se sempre na teoria e técnica psicanalíticas ou de outras linhas dentro da psicologia.

A terapia é um processo longo, pois a descoberta de si, realmente não é algo que pode ocorrer em um ou dois meses, porém os resultados são significativos para quem tem a oportunidade de se entender e de se relacionar melhor com o mundo.

A terapia é, portanto, indicada a pessoas que buscam o autoconhecimento, independentemente da existência de alguma psicopatia e também para portadores de desequilíbrios emocionais de origem psíquica, sofrimentos e para quem almeja melhor qualidade de vida, melhorando seus relacionamentos. Crianças, adolescentes, adultos e idosos se beneficiam da psicanálise ou de outras linhas teóricas da psicologia.

Para que a terapia tenha sucesso, é imprescindível que haja uma empatia entre o futuro analisado e o analista ou psicólogo. Mesmo que o analista ou psicólogo tenha sido indicado por uma pessoa de confiança, como um amigo ou parente e que tenha um ótimo currículo, somente isso não basta para garantir o sucesso do tratamento. O cliente precisa gostar do analista ou psicólogo, sentir-se seguro e confiante, pois somente dessa forma conseguirá sentir-se à vontade para contar suas particularidades. E isso é fundamental para o sucesso da análise ou psicoterapia.

Através da terapia é possível:

  • Elevar a autoestima e obter a segurança e a confiança que promovem melhor qualidade de vida;

  • Resolver conflitos emocionais, tais como situações de alta ansiedade, pânico, estresse, depressão, medos, timidez, fobias, bloqueios, compulsões, traumas, etc.;

  • Melhorar e enriquecer as relações: entre o casal, entre os filhos, na família, com os amigos/as, no trabalho, etc.;

  • Aprender a comunicar-se melhor para pedir exatamente o que você necessita, expressar seus sentimentos de forma adequada e saber lidar de forma positiva com eventuais problemas nesta área;

  • Conhecer seus talentos e aptidões para uma boa escolha da carreira e a realização profissional;

  • Superar medos: de falar em público, de dirigir, de enfrentar situações conflituosas, de errar, de estar entre outras pessoas, etc...;

  • Enfrentar positivamente situações desafiadoras através do desenvolvimento da capacidade de tomar decisões;

  • Saber lidar positivamente com conflitos, angústias e problemas, superando-os;

  • Estabelecer metas claras e alcançá-las;

  • Desenvolver novas habilidades, flexibilidade e criatividade;

  • Superar vícios e hábitos negativos;

  • Superar dificuldades escolares e de aprendizagem;

  • Tratar distúrbios alimentares como obesidade, compulsão alimentar, bulimia, anorexia;

  • Entender porque algumas ou muitas situações negativas se repetem na sua vida, compreender porque a vida não está do jeito que você deseja e o que fazer para mudá-la;

  • Obter apoio e orientação para realizar mudanças pessoais mais satisfatórias no nível pessoal ou profissional;

  • Transformar atitudes e hábitos de pensamento que limitam, bloqueiam e que geram sofrimento;

  • Enfrentar situações de perda ou de muita dor (luto, rupturas afetivas, acidentes, doenças graves, etc...) e superá-las;

  • Promover mudanças significativas a partir da insatisfação pessoal com a realidade atual;

  • Conhecer-se muito melhor e valorizar as suas escolhas!

  • Entender os fatores que causam o estresse, aprender a lidar com eles e superá-los!

  • Melhorar a sua qualidade de vida!

A Psicoterapia ou análise se transformaram, para muitas pessoas, em um espaço onde é possível explorar suas luzes e suas sombras e aprender com elas. Não se trata de receber conselhos de alguém que não conhece você, mas de aprender a enxergar os seus problemas a partir de outra perspectiva.

Os psicólogos não vão facilitar respostas, mas vão ajudar você a encontrá-las, inclusive alguns vão fazer perguntas que talvez você nunca se tenha feito e que podem ser importantes para o problema que você está enfrentando.

Além disso, dependendo da situação, vão propor uma série de exercícios que podem ajudá-lo nessa tarefa. O mundo da psicoterapia ou análise evoluíram muito e podemos encontrar correntes como a terapia cognitivo-comportamental, ou as terapias de terceira geração (mindfulness, terapia humanista, terapia sistêmica, etc.) que se utilizam do método cara a cara.

Ir ao psicólogo é um ato de necessidade para muitas pessoas. Para outras não há motivos para ser algo obrigatório, mas não deixa de ser benéfico para a saúde mental e emocional. Na vida passamos por situações, traumas e momentos difíceis com os quais não precisamos lidar sozinhos. A terapia nesse sentido sempre está disponível como um recurso que pode ajudar.

É interessante analisar as diferentes razões pelas quais a terapia é um bom recurso para qualquer pessoa em momentos pontuais da vida, que não implicam necessariamente tristeza ou ansiedade.

A terapia ajuda a aliviar o sofrimento proporcionando novas perspectivas para ver o mundo.

A terapia ensina estratégias para diminuir o mal-estar e a angustia. Além disso, não alivia apenas os sintomas, ela ajuda a entender como esses sintomas apareceram na sua vida e porque se mantêm. Por exemplo, não ajuda somente a diminuir a ansiedade, mas também a entender porque ela está presente nesse momento na sua vida. Dessa forma, você pode analisar a partir de outra perspectiva o que está acontecendo.

A terapia ajuda a proteger sua saúde emocional para que você consiga entender melhor suas emoções.

O processo terapêutico é um bom recurso para melhorar sua inteligência emocional. Ele se aprofunda na análise dos seus medos e das suas emoções reprimidas para trazê-los à tona e começar a expressá-los para, assim, não se configurarem mais como um problema. Por exemplo, se você sente medo de ficar sozinho, a terapia pode ajudar para que você compartilhe esse medo e comece a lidar de outra forma com a ajuda do psicólogo.

A terapia convida você a encontrar recursos alternativos.

O que você já conhece nem sempre funciona. É por isso que uma boa terapia pode ajudar a explorar suas áreas desconhecidas e a lidar com a incerteza de uma forma mais tranquila. Por exemplo, imagine que você se sente mal por não ter amigos, mas não faz nada para mudar. Aprender a se abrir e a se expressar na terapia vai ser muito útil para, em seguida, tentar realizar novas atividades que vão proporcionar oportunidades de conhecer pessoas novas.

A terapia ajuda você a se distanciar dos problemas e enxergá-los de uma forma mais ampla.

Quando estamos imersos nos nossos problemas, muitas vezes é difícil encontrar uma solução. Nesse sentido, o psicólogo pode ajudar você a ampliar seu leque de opções e, inclusive, a entender por que determinadas situações, por vezes positivas a partir de um raciocínio lógico, despertam rejeição. Por exemplo, se você tem um problema com um parente. Ao se colocar no lugar da pessoa, durante uma sessão de terapia, você vai conseguir entender melhor o conflito.

A terapia permite você conhecer melhor as diferentes partes de si mesmo.

Nunca nos conhecemos completamente. Sempre há partes que podem ser exploradas e entendidas de uma forma melhor. Às vezes, temos maneiras de ser e de agir que podemos rejeitar de maneira consciente ou inconsciente. Por exemplo, em um processo de psicoterapia ou análise, você pode perceber quais partes de si mesmo você não aceita e começar a se reconciliar com elas.

A terapia clareia a mente e permite você ver o que é importante na sua vida.

Frequentemente, nos ofuscamos tanto com o que está ruim, com o que não funciona, que nos esquecemos de valorizar o que realmente é importante na nossa vida, de aproveitar o nosso presente e os nossos afetos e pessoas queridas. Por exemplo, você pode estar tão envolvido no trabalho que se esquece do seu relacionamento com seu companheiro ou sua companheira. A terapia ajuda a relativizar seus problemas e dar valor ao que é importante.

A terapia favorece o autoconhecimento e uma atitude compassiva.

Entrar em um processo de autoconhecimento vai permitir você tomar consciência de muitos pensamentos, emoções e atitudes das quais não tinha consciência. Por exemplo, às vezes nos tratamos mal e não percebemos. A terapia ajuda a: estimular a autocompaixão, ter mais paciência e ser mais compreensivo consigo mesmo.

A terapia fortalece sua saúde mental prevenindo possíveis quedas emocionais.

A terapia é um bom recurso para fortalecer a autoestima e recuperar a sintonia com nosso interior que costumamos perder no turbilhão do estresse diário. Na verdade, você já tem muitas ferramentas para enfrentar seus problemas, a terapia apenas vai ajudar a tomar consciência delas e a escolher qual é a mais adequada para cada momento.

Lembre-se de que é você quem escolhe seu destino e quem possui o leme para guiar o barco. Nesse sentido, você pode aprender a mantê-lo em rota ou navegar aproveitando o processo. Não tenha medo de pedir ajuda, não é algo que vai fazer você se tornar mais fraco. É exatamente o oposto.

Nunca é tarde para descobrir os benefícios da terapia e começar a aproveitar o dia a dia sem tanto peso nem dores de cabeça. A terapia funciona para todo mundo porque somos humanos, passamos por momentos difíceis na vida e não precisamos saber resolver tudo sozinhos. Compartilhar seu mal-estar e se beneficiar de um tratamento psicológico pode ser uma grande decisão, a longo prazo sua saúde mental vai agradecer.



20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo